Home   Features   Downloads   Images   Tutorial   F.A.Q.   Guestbook   Contacts   Sitemap    

THIS PAGE IS BEING TRANSLATED TO ENGLISH, BUT YOU CAN USE THE TRANSLATION TOOL AT RIGHT TO TRANSLATE IT WHILE IT'S BEING DONE...

Ajuda sobre a Janela de Queries WMI

Arranque da Janela de Queries WMI

Esta janela de queries wmi permite-nos fazer queries wmi a determinados hospedeiros de forma rápida e simples, incluindo à própria máquina, para sacar informações sobre as mesmas através de queries. Esta janela é aberta quando invocamos as queries WMI na janela principal ou em qualquer momento em qualquer outra janela através do menu ou barra de ferramentas. Ao ser aberta esta janela, as queries WMI não começam automaticamente, tendo o utilizador primeiro de definir que queries correr, e em que hospedeiro, e se possível colocar os dados de autenticação.

Vamos abaixo estudar as várias funcionalidades desta ferramenta.

Painel de Comandos

In this panel near the top of the window, we have several buttons, with which we give instructions to start, pause, resume or stop the WMI queries, as well as to close the window. Its existing buttons and their functionalities are here explained:

  • Iniciar Queries - This is the button that starts the WMI queries. Once clicked, it remains deactivated and will only become available to be clicked again after we click on the "Stop" button. --- Este botão só fica disponível caso os campos de utilizador e palavra-passe tenham conteúdo, ou então caso o hospedeiro seja a própria máquina, tendo "localhost", ou 127.0.0.1, ou outro sinónimo, pois se não for a própria máquina, será necessário fazer autenticação remota no hospedeiro em causa e para isso serão necessários estes dados. Claro que as queries só serão feitas se forem definidas à direita como veremos abaixo senão o software não fará nada ao ser clicado este botão.

  • Stop - This is the button that ends the WMI queries. Once clicked, it remains deactivated and the "Start WMI Queries" button becomes available again to be clicked and this way to restart the entire process and start new WMI queries.

  • Pause/Resume - This is a button that is used to make a pause on the WMI queries or resume them later. This button becomes available to be clicked only when a new WMI queries process starts by clicking on the "Start Queries" button. Once the WMI queries are started, this button becomes a "Pause" and by clicking on it, we enter on the pause mode, in which the WMI queries gets stopped, and the button becomes a "Resume" button. Once clicked the "Resume" button, the WMI queries will start again where it has stopped, and the button returns to the "Pause" option again. This button only becomes unavailable after we stop the WMI queries by clicking on the "Stop" button.

  • Exit - This is the button that closes our WMI queries window and stops everything that is being done inside it, like the close button created by the operating system that exists on all windows. When it is clicked upon, the WMI queries process stops if it is still running, and the window is closed after it.

Here we have described with images, how to use these buttons:

Initial State: - At the beginning, only the start queries and close buttons are available:

State during one or more active WMI queries - When one or more WMI queries are started, the start queries button becomes unavailable, and we get three available buttons, the stop, the pause and the one to close the window:

State with paused queries - When the WMI queries are paused, we continue with three available buttons, but the function of one of them changes. The stop button maintains the same function, the pause button now has the resume queries function to exit the pause, and the exit button continues having the same function to close the window. By clicking the resume button, this button will have the pause function again:

State after stopping queries - After we send the stop queries order by clicking on the stop button, we get just two available buttons again. The start queries button, and the exit button used for us to close the window. The pause and stop buttons will be unavailable since the WMI queries have already ended:

And these are the main buttons from this window, which control the WMI queries in an easy and effective way.

Parameters Panel

Neste painel temos os diversos parâmetros que podemos utilizar para executar as nossas queries WMI, e servem basicamente para colocarmos o hospedeiro a ser testado, e os dados de autenticação no mesmo como utilizador e palavra-passe, ficando aqui uma breve explicação sobre como serem utilizados:

  • Hospedeiro - Nesta caixa definimos qual o hospedeiro onde serão executadas as queries WMI. Este hospedeiro é definido pelo utilizador antes de se abrir a janela, quer no campo apropriado na janela principal, quer escolhendo um texto algures e clicando no botão ou opção de menu de executar queries WMI. Se o hospedeiro for LOCALHOST ou 127.0.0.1, ou seja, a própria máquina, o botão de iniciar queries estará disponível para ser clicado, pois não é necessária autênticação para executar queries na própria máquina do utilizador.

  • Utilizador - Nesta caixa definimos qual o utilizador para autenticação remota no hospedeiro em questão. Caso o hospedeiro seja a própria máquina, com "localhost" ou "127.0.0.1" ou sinónimos, esta caixa ficará automaticamente indisponível, e voltará a ficar disponível apenas se alterarmos a caixa do hospedeiro e colocarmos algo que não seja a própria máquina, isto porque para ligações remotas a hospedeiros que não sejam a nossa própria máquina, requerem autenticação. Caso o hospedeiro não seja a própria máquina, este campo necessita estar preenchido para que o botão de iniciar queries fique disponível para ser clicado.

  • Palavra-Passe - Nesta caixa definimos qual a palavra-passe para autenticação remota no hospedeiro em questão. Caso o hospedeiro seja a própria máquina, com "localhost" ou "127.0.0.1" ou sinónimos, esta caixa ficará automaticamente indisponível, e voltará a ficar disponível apenas se alterarmos a caixa da palavra-passe e colocarmos algo que não seja a própria máquina, isto porque para ligações remotas a hospedeiros que não sejam a nossa própria máquina, requerem autenticação. Caso o hospedeiro não seja a própria máquina, este campo necessita estar preenchido para que o botão de iniciar queries fique disponível para ser clicado. Este campo tem os seus caracteres mascarados para a palavra-passe não ser visível ao vivo por terceiros ao ser digitada.

  • Listar Queries WMI - Este é um botão, que nos permite obter uma listagem de todas as queries WMI inseridas na base de dados do próprio software Network Pinger, para consulta. Assim podemos procurar ou consultar os diversos tipos de queries de que podemos dispor para obter informações das várias máquinas remotamente, bem como imprimir a listagem ou guardá-la num ficheiro. Podemos também obter estas informações no painel lateral de selecção de queries como poderemos ver mais abaixo, mas aqui podemos vê-las todas juntas num só local.

Tabela e Botões do Rato

Esta é a tabela onde serão apresentados os resultados das queries WMI em tempo real, em simultâneo com os resultados apresentados na caixa de texto abaixo, permitindo a ordenação dos dados com um clique em cima do título de cada coluna da tabela, e é dividida pelas seguintes colunas:

  • Classes - Nesta coluna temos o nome de cada classe pedida pela query ou o nome de cada grupo de classes. As queries são feitas sobre várias classes que permitem obter informações sobre vários tipos de dados a cada máquina, e sempre que se muda de classe na tabela, a linha que contém o título de cada classe muda de cor e só esta coluna terá o nome da classe em questão, ou do grupo de classes em questão. Assim, cada dado é referente a uma classe, que terá o seu nome nesta coluna, e cada grupo de classes também.

  • Variáveis - Esta coluna após uma query, mostra-nos as variáveis de cada classe pedida. Assim, cada classe terá o seu nome na coluna das classes, e os nomes das variáveis nesta coluna, e os seus valores na coluna seguinte de valores. Quando fazemos uma listagem das classes existentes na base de dados, nesse caso teremos nesta coluna os nomes de cada classe, e os nomes dos grupos na coluna das classes, a primeira. É através deste par de variável e seu valor que obtemos as várias informações pedidas por cada classe que escolhemos.

  • Valores - Esta é a coluna onde teremos após feita uma query, os valores de cada variável. Assim a coluna das classes teria o nome de cada grupo de classes e nome de cada classe, a coluna variáveis o nome de cada variável, e esta coluna o valor correspondente a cada variável. Os valores contidos nesta coluna serão divididos em várias linhas de forma a caberem na largura da tabela sem obrigar o utilizador a andar com uma barra para poderem ver tudo, tornando assim a sua leitura mais prática. Esta coluna poderá ter também a descrição de cada classe na listagem de classes existentes na base de dados, sendo que quando o utilizador pede uma listagem dessas, teremos os grupos de classes na primeira coluna, a das classes, o nome de cada classe na coluna das variáveis, e a descrição de cada classe nesta coluna. É através deste par de variável e seu valor que obtemos as várias informações pedidas por cada classe que escolhemos.

Cliques do Rato

Quanto ao rato, há uma funcionalidade. Sempre que o utilizador fizer um duplo clique numa linha da tabela, o software irá procurar a linha correspondente à classe e sua descrição contidas nessa linha da tabela na caixa de texto, e irá escolher a linha inteira, ou seja, fazer-lhe highlight, preparando-a assim para o utilizador a poder copiar, ou executar outras acções. Mas é especialmente útil para se procurar uma linha de forma rápida na caixa de texto, bastando um duplo clique na tabela e o software faz o resto.

The Use of Mouse Buttons on the Text Box

When the Network Pinger software was being developed, it was intended to maintain a close relationship with the former command line tools and for that reason it was decided to maintain a text console on all the windows possible, only for the user to be more familiar with the tools and to be easier to read the results as well as to introduce new users to the world of the command line shells and their text mode commands. At the same time, they are used also to show what would be seen when an user decides to save a report of that command's results on a file or when a user decides to print a report.

This text box is used not only to give us an easy visualization of results, as well as to make a certain interaction between the user and this tool's results possible, and that is made through the toolbars, the menus, as well as the use of the mouse as we'll see below.

In this box the result of our WMI queries is shown, which is basically, the same data that is given to us on the table but with a different presentation in text mode, with statistics, timestamp, and the possibility of printing, save on a file or even interaction with the user.

Like in any other text box in this software, when we click on a word with the mouse's left button, and then with the right button over the highlighted text, we'll have access to several options to do with the selected host or text:

It's important to know that in this text box we can do lots of things with just a simple left click of our mouse over any word. If we click on any word with our mouse's left button, the software will select that entire word automatically, and then if we click with the right button over that selection, we we'll get a menu with several options on tools that we can apply to the host that we've just selected, or our own customizable commands that we could apply to any word that we select on certain conditions. If we select a group of words, and then click on that selection with the right mouse button, the software will automatically search for the first host insided that selected text, or the first word in it, and it will be that the one to be used on the menu commands and options when we click with our mouse's right button on the selection. For more information it will be best to check the help page on Software Buttons and Menus.

Nesta caixa de texto, à direita, teremos uma caixa que tem um visto por defeito, que serve para indicarmos se queremos ver as descrições de cada classe pedida na query, ou não. Assim, se não tivermos o visto nesta caixa, e clicarmos no botão de listar classes, serão todas listadas divididas nos seus subgrupos mas sem quaisquer descrições, e se for executada uma query, aparecerão os títulos das classes e dos seus grupos, mas sem descrições também, apenas valores, útil para quem quer apenas resultados e não explicações sobre os mesmos, poupando espaço e até folhas em caso de impressão. Tendo o visto, serão colocadas todas as descrições das classes e aumentar-se-á assim o espaço ocupado e as folhas em impressões, mas talvez se tornem mais fáceis de interpretar posteriormente os dados.

Há também uma barra de progresso que serve para nos indicar em percentagem a quantidade de queries já executadas do total de queries WMI pedidos, e sendo que algumas poderão demorar mais tempo a dar resposta que outras, a progressão da barra poderá não ser muito fluída e sofrer algumas pausas ou saltos por vezes.

Para mais informações será melhor ser consultada a página de ajuda aos Botões e Menus do Software.

Painel das Classes

Vamos agora estudar o painel lateral das classes WMI. Este é o painel que contém a lista de classes e grupos de classes onde o utilizador poderá seleccionar com o rato as classes WMI que quer pedidas nas queries que o software irá executar. Têm paineis informativos sobre cada classe e serve a de cima para seleccionar um grupo de clases e a de baixo para seleccionar as classes em si, havendo um para introduzir classes à mão e depois de seleccionadas é que poderemos executar as queries e obter assim os dados por elas pedidos.

Iremos estudá-las abaixo:

  • Grupos de Classes:

    Este painel que podemos ver aqui, é o painel de cima dentro do painel lateral das classes WMI. É o painel que contém a lista de grupos nos quais estão divididas as classes WMI que foram introduzidas na base de dados do software. O software tem as classes WMI na sua base de dados divididas em grupos de classes, e primeiro temos de seleccionar o grupo onde possam estar para no painel abaixo poder seleccionar a classe ou classes dentro do mesmo. Assim, se quisermos seleccionar uma ou duas classes WMI relacionadas com impressão, teremos de clicar neste painel no grupo de impressão e só ao clicarmos neste grupo é que aparecerão visíveis abaixo as classes WMI pertencentes a ele para escolha no painel que veremos abaixo. Neste painel se o grupo em questão já estiver seleccionado, basta-nos um toque com o rato nele para mudar o estado de todas as classes WMI nele contidos, de seleccionados para todos sem selecção ou vice versa. Assim com um toque é fácil seleccionar todos ou torna-los não seleccionados. Há um terceiro estado que a caixa pode ter que é ter um visto semi desaparecido que é sinal de que tem apenas algumas classes dentro seleccionadas mas não todas. Sempre que seleccionarmos um grupo de classes, a sua descrição aparecerá na caixa branca abaixo para fácil e rápida consulta.

  • Selecção de Classes WMI:

    Este painel serve para seleccionarmos as classes WMI que queremos ver executadas nas nossas queries. Após seleccionarmos o grupo das queries conforme vimos acima, teremos este pequeno painel populados com as classes WMI contidas no grupo, e aqui podemos seleccionar as classes uma a uma para adicionarmos, ou se preferirmos, com um simples clique ou duplo clique do rato no painel de grupos acima, seleccionar todas em simultâneo. As classes WMI seleccionadas aqui, serão as classes que o software irá utilizar ao fazer as suas queries quando clicamos em iniciar queries. Sempre que seleccionarmos uma classe, a sua descrição aparecerá na caixa branca abaixo para fácil e rápida consulta.

  • Inserção Manual de Classes WMI:

    Este último painel é aquele que podemos utilizar para pedir outras classes WMI que não estejam inseridas na base de dados do software. Como o software só terá um x número de classes WMI na sua base de dados, tornava-se necessário que o utilizador pudesse pedir outras classes WMI que não estivessem inseridas na lista, caso contrário este software teria utilização limitada. Assim, as queries já pré inseridas acima servem para facilitar a vida, mas o software não se limita às mesmas. O utilizador pode introduzir aqui várias classes, mas apenas uma por linha para não dar erro, e o software não tem de estar preparado para elas pois o software apenas pede essas classes à máquina e a máquina à qual são feitas as queries é que irá dar ou não resposta, consoante reconheça ou não as classes WMI pedidas. Ao utilizador cabe apenas escrever as classes que deseja, uma por linha, e poderão ser pedidas em simultâneo com as inseridas nas listas já vistas acima. Assim, toda e qualquer query WMI que apareça com o tempo poderá ser pedida aqui, e se a máquina remota ou local as reconhecerem, poderá o utilizador obter informações da mesma com elas. Através de feedback dos utilizadores é possível inserir novas classes à base de dados do software em futuras versões, ou quem sabe criar formas de serem criadas listas manuais dos utilizadores.

        
    Video Demo

    Download now (free download):

    Network Pinger v1.0.1.0
    1.50 MB, version in English, Spanish, Portuguese, French, German, Italian, Simplified Chinese, Traditional Chinese, Russian
         
      
    Published on 13th March 2012



    Network Pinger Software registered on SafeCreative (Copyright © Gonçalo Ferreira)

    Network Pinger